Dieta Anti Inflamatória: para você que quer uma dieta para emagrecer com saúde!

Hoje em dia, a alimentação saudável é tema recorrente em artigos de revistas, matérias em programas de TV e na internet, de tal modo que as pessoas estão mais conscientes de que quando o assunto é emagrecimento não existem milagres, mas, existem produtos e dicas que podem potencializar os seus resultados.


receita para emagrecer
  
É importante lembrar, que aqueles que optam por emagrecer com dietas malucas sem qualquer nexo e feitas sem o acompanhamento médico, seja de um nutricionista ou de um endocrinologista, por exemplo, podem acabar sofrendo com o que chamamos de "rebote", ou seja, inicialmente há a perda de peso, contudo, a longo prazo o emagrecimento não se mantém, sendo que é comum que nesses casos a pessoa em pouco tempo engorde tudo aquilo que perdeu e até ganhe alguns quilos extras.

emagrecer com saúde

Por isso, as dietas populares para emagrecer podem ser vilões, sendo que o ideal é reduzir o consumo de produtos industrializados e cada vez mais investir em produtos naturais para emagrecer, que ajudam a queimar gordura, sem comprometer a sua saúde. 


Emagrecer com saúde é a chave para uma vida saudável a longo prazo, evitando-se o popular efeito sanfona (engorda/emagrece constante). Por isso, hoje falaremos da dieta anti inflamatória, que tem ganhado adeptos no mundo todo, pois, além de ajudar no emagrecimento, também previne uma série de doenças.

dietas para emagrecer

Mas, porquê fazer uma dieta anti inflamatória se não estou doente? Bom, na loucura do dia-a-dia é comum a ingestão de alimentos ricos em toxinas e substâncias que incentivam pequenos processos inflamatórios em nosso organismo, que podem não se externar de forma agressiva, mas, vem com aquele mal estar ou outros sintomas leves que comprometem sua qualidade de vida.

menu dieta
Além de ser uma boa dieta para perder peso, a dieta anti inflamatória auxilia no combate de doenças ligadas à má alimentação, obesidade, colesterol, entre outras, ajudando a reequilibrar o seu organismo. Se interessou? 


De forma exclusiva, trouxemos dicas importantes para você que deseja fazer esta dieta, além de uma sugestão de cardápio (menu de dieta) para você, fique atento: 

A primeira medida a ser tomada é a redução de alimentos industrializados e, principalmente, produtos processados (salsicha, presunto, hambúrguer, salame, etc.), pois, possuem grande quantidade de aditivos e conservantes que dificultam o processo digestivo, ajudando a desencadear processos inflamatórios. 


Também é necessário reduzir o consumo de leite e seus derivados, de farinha de trigo branca e também do açúcar, não é tão fácil, mas, isso ajudará você a desinchar e sentir mais disposição com o tempo.


Como em qualquer outra dieta, é necessário também intensificar o consumo de frutas (mínimo duas por dia), de verduras e legumes nas refeições principais (almoço e jantar), bem como inserir proteínas vegetais como feijão, ervilha, grão de bico, entre outras. 


Por fim, é necessário ainda consumir 1 litro de chá diariamente, como chá verde, chá mate, chá de hibisco, chá de hortelã ou chá de camomila, obviamente, de preferência sem açúcar, isso é importante porque ajudará no processo de desintoxicação do seu corpo.

Feitas estas recomendações, passamos agora ao menu de dieta que você pode seguir: 
  1. No desjejum você deve iniciar com sucos funcionais, sugere-se os sucos detox (cuja receita você confere aqui), devendo tomar de 200ml. a 300 ml, você pode prepará-los uma vez por semana e congelar.
  2. Já no café da manhã, você deverá 1 xícara de chá anti inflamatório (cujo sabor você pode escolher das opções acima citados), juntamente com uma crepioca ou com uma fatia de pão 100% integral com dois ovos mexidos.
  3. No lanche da manhã, você poderá consumir 1 xícara de castanhas ou de amendoim torrado, qualquer um deles deve ser sem sal.
  4. No almoço, recomenda-se o consumo de verduras e legumes crus ou refogados, sendo que o ideal é que sejam de 3 tipos de cores diferentes, juntamente com 1 colher (daquelas de servir) de arroz integral, ou macarrão integral, ou mandioca ou batata, mais1 concha de feijão e 1 porção média de carne magra.
  5. No lanche da tarde, você deve optar por uma fruta de sua preferência, mais 10g de chocolate 60% cacau.
  6. No jantar, você poderá consumir salada verde à vontade, com uma  porção média de carne magra ou  omelete de arroz com legumes (que é uma receita super simples, basta bater 2 ovos com cenoura ralada,  tomate e 1 colher de arroz integral e fazer na panela de teflon sem óleo).

Não esqueça de tomar ao menos 2 litros de água, manter-se hidratado é essencial para o processo de desintoxicação do corpo e para facilitar o processo de digestão.
Gostou das dicas? Deixe nos comentários suas dúvidas, sugestões e críticas! 

Postar um comentário

0 Comentários